Viagem Inesquecível (Segunda Parte do Capítulo).


Ansiosa, Klara não via a hora de descobrir, com seus próprios olhos, se o Vale das Rosas era tão bonito quanto em sua imaginação.

“Como será que ele é?” - perguntou-se, silenciosamente.

Nesse meio tempo, olhou para fora do cesto e teve uma grande surpresa: viu um anjo, que parecia ser Milosh, se aproximar com certa rapidez.

“Como vai, pequena?” - perguntou, o anjo, assim que chegou perto dela.

Não só parecia ser Milosh, como era ele. Milagrosamente, Klara reencontrou o anjo cigano que pensara nunca mais ver.

“Milosh!” - ela explodiu em alegria. - “Eu estou indo para o vale.” - contou ao anjo, que, por sua vez, voava bem ao lado do cesto.

“Está indo para o vale?” - Milosh fingiu surpresa.

Ele sabia perfeitamente para onde Klara estava indo, além de ficar extremamente feliz ao ver a alegria da menina com sua presença.

“Sim.” - Klara o respondeu.

Lazar e Doriana, ao contrário da pequena búlgara, não demonstraram surpresa com a aproximação do anjo. Sutilmente e com ar de aprovação, Doriana olhou para o amado, antes de perguntar para Milosh:

“Não quer se juntar a nós?”

“Sim, obrigado.” - agradeceu, Milosh, que recolheu as asas no contorno das costas e saltou para dentro do cesto.

“Muito prazer, meu nome é Lazar.” - pomposo, o balonista búlgaro apertou a mão do anjo, apresentando-se. - “Sou o primeiro balonista da cidade de Gabrovo.” - depois, olhou para o lado e apresentou a amada. - “Essa é minha noiva, o nome dela é Doriana.”

“Olá, eu me chamo Milosh.” - educadamente, o anjo cigano se apresentou ao casal de balonistas. - “Como está indo a viagem?” - perguntou.

“Bem.” - respondeu, Doriana, que voltou a regular a chama do maçarico, administrando, mais uma vez, o ar quente dentro do balão.

Percebendo a alegria e a admiração se estamparem no rostinho de Klara, ela foi logo perguntando para Milosh:

“Você é um daqueles anjos ciganos?”

“Sim.” - respondeu, Milosh, perguntando. - “Por que?”

“Porque temos uma amiga que nos falou muito bem de você.” - disse, Doriana, descontraidamente, ao mesmo tempo que olhava para Klara.

Milosh, fingiu surpresa, arregalando os olhos para a pequena búlgara.

“Me elogiou tanto assim?” - perguntou.

“Aham.” - ela respondeu, sorrindo.

“De qualquer forma, não sei se mereço os elogios.” - acrescentou, o anjo, modestamente. E minimizou. - “Se Klara falou bem de mim, certamente é porquê é muito generosa, não porquê mereço.”

Em resposta, tímida, a pequena voltou a sorrir.

Percebendo, então, uma crescente curiosidade por sua presença, o anjo cigano foi direto ao assunto.

“Quando soube que estava indo para o vale, fiquei muito feliz.” - revelou, ele, para Klara, dizendo. - “Vim o mais rápido que pude para me despedir.”


CONTINUE ACOMPANHANDO A HISTÓRIA NAS PRÓXIMAS POSTAGENS.

Comentários

  1. Antes de ler me adiverti de que é uma parte a frente do que nunca li.

    Achei bem interessante e por não ter lido as anteriores, surpreso com a quantidade de informações que já me deram um rumo a história. Já vou atrás das anteriores e ficar ligado na continuação.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, Jalysson, bem-vindo ao blog; volte sempre!

      Excluir
  2. Hummm o que será que esse tal anjo cigano vai fazer??? Será que a Milosh sabe? Espdro continuação da história! Parabéns! Bj.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Kelly, siga acompanhando a história!

      E valeu pelo comentário e visita!

      Excluir
  3. Olá, Rob!
    Amei seu texto e já estou ansiosa para ler os próximos capítulos deste lindo conto.
    Um beijo e muito sucesso para você!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Cássia, valeu pelo carinho e apoio.

      Siga acompanhando o blog!

      Excluir

Postar um comentário

Caro leitor(a), seu comentário é importante por aqui. Diga-me suas opiniões ou impressões sobre a postagem que acabou de ler que as lerei com carinho.

Obrigado desde já!
Volte sempre!