POESIA: O Tempo da Razão.


O Tempo é o senhor da Razão,
mas não sem contratempo, polêmico.
Relativo, arrazoado em entendimentos,
Razão que se constrói da ação.

O Tempo é o senhor da Razão
e não por falta de faltosa opção.
O Tempo é nos momentos, na História,
o fruto perfeito, pai da Destruição.

Tempo como advento.
Razão ponderada com o coração.
Tempo dos meus e dos seus lamentos.
Razão da coragem. Mira ultravioleta! Ação.

Comentários

  1. O tempo é a razão dos poetas fabricarem seus versos para nos falarem que tudo é efêmero. Ainda bem que a leitura dos teus versos pode ser eterna!

    ResponderExcluir
  2. O tempo, um senhor implacável, que ao mesmo tempo que traz algo desejado pode levar embora algo que foi negligenciado. Um bom poema. Parabéns!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Caro leitor(a), seu comentário é importante por aqui. Diga-me suas opiniões ou impressões sobre a postagem que acabou de ler que as lerei com carinho.

Obrigado desde já!
Volte sempre!